Biblioteca da Fundação para a Ciência e a Tecnologia Library of Fundação para a Ciência e a Tecnologia
Biblioteca da FCT

A Biblioteca da FCT, composta por quatro coleções, coloca à disposição dos seus leitores um importante conjunto de recursos de informação essencialmente vocacionados para a história das políticas de ciência e tecnologia no contexto nacional e internacional, no século XX. FCT’s library makes its holdings available for researchers interested in information resources essentially focused on the history of science and technology policies within a national and international context, in the XXth century.

A Coleção da FCT é constituída por periódicos e monografias, especializadas em gestão e políticas de ciência e tecnologia, história institucional, e ainda em disciplinas como a história das ciências e das tecnologias. A coleção inclui também edições dos extintos Instituto Nacional de Investigação Científica (INIC) e Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica (JNICT), obras que abrangem um leque muito variado de temas e áreas científicas. The library collection features journals, monographs, books and various other publication types on management and policies of science and technology, institutional history and history of science and technology.

Pode também ser consultada a Coleção Planos de Fomento e a Biblioteca David Ferreira que é constituída pela Coleção Augusto Pires Celestino da Costa e Coleção José Francisco David Ferreira. FCT’s library holds as well a collection of editions published by the extinct National Institute of Scientific Research (INIC) and National Board of Scientific and Technological Research (JNICT). These books comprise a wide range of scientific fields and are also available for consultation.

Os nossos livros...

Our books...

Sugestões de leitura Reading suggestions

No mês de dezembro foi lançado o número 12 da revista científica “Cadernos do Arquivo Municipal”. Os “Cadernos do Arquivo Municipal” são uma revista de periodicidade semestral. A publicação está indexada em diversas bases de dados e permite o acesso público livre e imediato. No mês de dezembro foi lançado o número 12 da revista científica “Cadernos do Arquivo Municipal”. Os “Cadernos do Arquivo Municipal” são uma revista de periodicidade semestral. A publicação está indexada em diversas bases de dados e permite o acesso público livre e imediato.

Este número é dedicado aos "Bairros de Lisboa", e tem como objetivo difundir um maior conhecimento acerca dos vários bairros da cidade de Lisboa, nomeadamente no que diz respeito à sua história, arquitetura, urbanismo, antropologia e sociologia; entre outros aspetos, contribuindo deste modo para o desenvolvimento da própria Olisipografia. Este número é dedicado aos "Bairros de Lisboa", e tem como objetivo difundir um maior conhecimento acerca dos vários bairros da cidade de Lisboa, nomeadamente no que diz respeito à sua história, arquitetura, urbanismo, antropologia e sociologia; entre outros aspetos, contribuindo deste modo para o desenvolvimento da própria Olisipografia.

Na secção “Documenta”, da autoria de Nuno Martins, dá-se especial ênfase ao Bairro Social do Arco do Cego (inaugurado em 1935), com fotografias desde a sua construção. Na secção “Documenta”, da autoria de Nuno Martins, dá-se especial ênfase ao Bairro Social do Arco do Cego (inaugurado em 1935), com fotografias desde a sua construção.

No passado mês de dezembro de 2019 foi apresentado pelo fotógrafo Alfredo Cunha, nos Paços do Concelho (Sala do Arquivo), a publicação "4 Gerações em Lisboa” com textos da jornalista Maria Júlia Fernandes. No passado mês de dezembro de 2019 foi apresentado pelo fotógrafo Alfredo Cunha, nos Paços do Concelho (Sala do Arquivo), a publicação "4 Gerações em Lisboa” com textos da jornalista Maria Júlia Fernandes.

No lançamento estiveram presentes Joshua Benoliel Ruah e Clara Ruah, o neto e a bisneta do fotógrafo Joshua Benoliel (1890-1968), conhecido pelas fotografias ímpares da cidade, muitas delas à guarda do Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico. No lançamento estiveram presentes Joshua Benoliel Ruah e Clara Ruah, o neto e a bisneta do fotógrafo Joshua Benoliel (1890-1968), conhecido pelas fotografias ímpares da cidade, muitas delas à guarda do Arquivo Municipal de Lisboa | Fotográfico.

O livro conta a história de Lisboa através de fotografias de quatro gerações da família Benoliel – Joshua e Judah Benoliel, Joshua Benoliel Ruah e Clara Ruah. Assim, através dos registos fotográficos desta família é possível observar transformações a partir de duas perspectivas: a da própria cidade e da população que nela habita, num espaço temporal que remonta aos finais da monarquia, e se prolonga até ao século XXI. O livro conta a história de Lisboa através de fotografias de quatro gerações da família Benoliel – Joshua e Judah Benoliel, Joshua Benoliel Ruah e Clara Ruah. Assim, através dos registos fotográficos desta família é possível observar transformações a partir de duas perspectivas: a da própria cidade e da população que nela habita, num espaço temporal que remonta aos finais da monarquia, e se prolonga até ao século XXI.