Search on the library catalog

Library of Fundação para a Ciência e a Tecnologia

FCT’s library makes its holdings available for researchers interested in information resources essentially focused on the history of science and technology policies within a national and international context, in the XXth century.

The library collection features journals, monographs, books and various other publication types on management and policies of science and technology, institutional history and history of science and technology.

FCT’s library holds as well a collection of editions published by the extinct National Institute of Scientific Research (INIC) and National Board of Scientific and Technological Research (JNICT). These books comprise a wide range of scientific fields and are also available for consultation.

Our books...

Reading suggestions

Dada a pertinência de assuntos abordados, já divulgámos noutras ocasiões a publicação periódica Archival Outlook da Society of American Archivists. Do mais recente número destacamos, em particular, dois artigos:

«The case runs hot ‒ contextualizing orphaned photo collections», sobre o caso dos milhares de fotografias órfãs, isto é, desprovidas de informação sobre a sua doação, proveniência ou de contexto, descobertas no National Hellenic Museum, em Chicago, Illinois. Aos arquivistas impõe-se o desafio da demanda por pequenas pistas que possam ajudar a reconstruir a narrativa presente nas imagens e o porquê de pertencerem às colecções do museu. Que soluções se podem encontrar para resolver estas questões?

«Family ties ‒ processing the Ginsberg Family Collection», o artigo da chamada de capa, no qual ficamos a saber que o poeta e filósofo Allen Ginsberg não fez somente parte de umafamília literária, a autoproclamada Beat Generation, como também de uma outra, a sua de sangue, composta por diversos escritores e ativistas cujos documentos pessoais se reúnem numa só coleção disponível para os estudiosos de literatura e da própria História dos Estados Unidos da América.

Lançado em junho passado, Colecionismo Arqueológico e Redes de Conhecimento. Atores, Objetos e Coleções (1850-1930) é o resultado de uma tese de doutoramento defendida na Universidade de Évora e que agora se encontra disponível na coleção Estudos de Museus, que resulta de uma parceria da Direcção-Geral do Património Cultural com a editora Caleidoscópio.

Elisabete Pereira, a autora deste livro, destaca um conjunto de personalidades que são, frequentemente, esquecidas pela historiografia dominante que se ocupa sobretudo da história dos museus e dos seus directores ou fundadores. Assim, são-nos dados a conhecer «proprietários e trabalhadores rurais, padres, professores, engenheiros, médicos, militares, colecionadores, pastores e comerciantes, entre outros intervenientes que foram fundamentais para o desenvolvimento das coleções, para o enriquecimento dos museus e para o avanço do conhecimento».

Salienta-se, desta forma, a importância do carácter coletivo da arqueologia e evidencia-se a importância determinante do estabelecimento de redes locais, nacionais e internacionais de circulação de objetos, pessoas e conhecimento.